Mariana, vizinha de Ouro Preto


Bem do ladinho de Ouro Preto está Mariana, a primeira povoação mineira elevada a Vila. Chamada com muito carinho de Primaz de Minas, além de ter sido a primeira cidade reconhecida como tal em nosso Estado, também foi a primeira capital, o primeiro bispado e o primeiro sistema de correios mineiros. E um adendo bastante importante: o centro histórico de Mariana teve sua planta urbana planejada.


Mariana foi chamada, inicialmente, de Arraial de Nossa Senhora do Carmo. A data de início da povoação pelos bandeirantes é 16 de julho de 1696, dois anos antes do povoamento de Ouro Preto. Em 1711 foi elevada a Vila e, em 1745, a cidade. Neste momento, seu nome mudou para Mariana, em homenagem à rainha Maria Ana D’Austria, esposa de Dom João V, então rei de Portugal.


Além do belo casario colonial, no centro histórico, Mariana tem belas igrejas que contam a história das devoções mineiras. Uma delas, a Igreja de São Pedro dos Clérigos, ainda está em construção, e mostra várias etapas da evolução da arquitetura barroca mineira. A Catedral da Sé, na praça principal da cidade, está em restauro. Nela, o Órgão de Tubos Arp Schnitger é o único desta manufatura fora da Europa em funcionamento - os concertos semanais só foram interrompidos devido às obras de restauro. O Museu da Música é um dos locais que merecem uma visita, assim como a Praça Minas Gerais, uma das mais belas do Estado, que abriga a Casa de Câmara e Cadeia, a Igreja de São Francisco de Assis, a Igreja do Carmo e o pelourinho. As procissões da Semana Santa têm um elemento a mais: a Procissão das Almas, que traz lendas locais para uma celebração festiva.


Cachoeiras e distritos proporcionam lindas paisagens. Considerada "terra da panela de pedra", o distrito de Cachoeira do Brumado é famoso pela fabricação do artefato e, também, pela cachoeira que o nomeia. O distrito de Padre Viegas é famoso pelo Cuscuz, que tem um festival só pra ele. O turismo em Mariana tem destaque, também, nos esportes radicais. O mountain bike é um dos estilos que tem grandes campeões marianenses. O carnaval marianense é famoso, com os blocos Zé Pereira da Chácara, dos Farrapos e Bloconeco.


Em 1945, o então presidente Getúlio Vargas tombou Mariana como Monumento Nacional. Anualmente, em 16 de julho, a cidade celebra o Dia de Minas, quando passa a ser a capital mineira, em uma cerimônia pública com muitas homenagens.



Foto: Leonardo Homssi


4 visualizações

Cervejaria Ouropretana LTDA | CNPJ: 16.745.318/0001-31 | 

R. Nossa Senhora das Mercês, 55  - Cachoeira do Campo - Ouro Preto/MG - CEP35410-000

contato@ouropretana.com.br  / 31. 98818-0646

© Todos os direitos reservados. 2020

  • Facebook
  • Pinterest
  • Instagram

É proibida a venda de bebidas alcoólicas

para menores de 18 anos