Um mistério na noite de Ouro Preto


As noites de Ouro Preto são famosas. Na história, conta-se que à noite eram realizados encontros secretos para conspirar contra a coroa portuguesa. Mais recentemente, a boemia tomou conta das noites na cidade, com muitos personagens atuando por aqui. Vinícius de Moraes foi um deles, mas falaremos disso em outro post. Hoje vamos falar de um mistério da noite ouro-pretana (sim, que nasceu em Ouro Preto é chamado de ouro-pretano, com hífen. A Cervejaria Ouropretana usa o nome sem hífen)


Em uma noite de 1789, um personagem inusitado saltou das brumas da noite para a história. Na noite de 17 para 18 de maio de 1789, com a madrugada correndo, Tomás Antônio Gonzaga (também conhecido como Dirceu, que cantou em versos o amor pela bela Marília) e Claudio Manuel da Costa receberam uma visita inusitada. Uma pessoa encapuzada bateu nas residências dos dois importantes advogados, ambos integrantes do grupo da Conjuração Mineira, para avisar que, alguns dias antes, no dia 10 de maio, o alferes Joaquim José da Silva Xavier, o Tiradentes, havia sido preso no Rio de Janeiro.


Mesmo com o aviso, ambos foram presos: Tomás Antônio Gonzaga no dia 22 de maio e Cláudio Manuel, em 25 de junho.


Essa figura misteriosa é chamada de O Embuçado. Até hoje não se sabe a identidade da pessoa que avisou os conjurados de que eles poderiam ser presos em breve.


Na foto, pode-ser o imponente Museu da Inconfidência (falamos um pouco dele neste post aqui) e a lateral da Igreja do Carmo. No primeiro plano, na parte inferior direita, temos o Caem.



Foto: Leo Homssi

4 visualizações

Cervejaria Ouropretana LTDA | CNPJ: 16.745.318/0001-31 | 

R. Nossa Senhora das Mercês, 55  - Cachoeira do Campo - Ouro Preto/MG - CEP35410-000

contato@ouropretana.com.br  / 31. 98818-0646

© Todos os direitos reservados. 2020

  • Facebook
  • Pinterest
  • Instagram

É proibida a venda de bebidas alcoólicas

para menores de 18 anos